Olá.

"Olá, Seja Bem-Vindo ao meu blog. Esse é um espaço aberto para o mover de Deus na sua vida. Espero que você seja abençoado através das mensagens, palestras, pregações, dinâmicas, receitas e reflexões que vão rolar aqui. Você também poderá ser um abençoador para outras vidas participando com suas opiniões e orações. Espero que você curta bastante e divulgue esse blog para seus amigos.
Ah, você é livre para concordar ou descordar do que ler aqui e postar sua opinião, apenas peço que seja educado, nada de usar palavrões ou frases que denigram ou magoem os demais leitores, pois isso não agradará a Deus. Lembre-se, devemos fazer ao próximo o que queremos que façam conosco; e nós colhemos o que plantamos. Então faça uma boa semeadura.
Espero te ver aqui muitas outras vezes."

Beijos, Pra. Giceli.

terça-feira, 16 de junho de 2015

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM AS PESSOAS?

Sabem amados, ultimamente eu tenho andado um pouco preocupada com as pessoas de modo geral. Elas estão se comportando de maneira estranha, quase que inerte (sem ação, sem movimento), diante de tudo que está acontecendo no mundo, e mais especificamente na nossa nação. E eu nem estou me referindo a parte política da coisa, até porque todo mundo sabe que estamos indo ladeira abaixo e sem nenhum freio, a não ser a misericórdia de Deus sobre nós. Eu me refiro a parte moral da situação. São tantas aberrações e atrocidades morais liberadas e desculpem a expressão, esfregadas na nossa cara, como se fossem coisas absolutamente normais e aceitáveis, e ninguém toma as devidas providências cabíveis na Lei. Sim, porque embora não pareça, esse país ainda tem uma Constituição, que é a Lei Magna da Nação. E essa Constituição deveria dar as diretrizes, linear, por limites, garantir que direitos e deveres de cada cidadão sejam respeitados e cumpridos. Impedir abusos e injustiças; corrigir e disciplinar aqueles que não se sujeitam a viver dentro de uma democracia "saudável". Sim, porque todas as demais leis tem que estar em acordo com a Constituição da Nação. Mas o que temos visto são verdadeiros desmandos; pra tudo o que se quer fazer se encontra brechas na Lei. E se as brechas não existirem não fará diferença alguma, porque eles inventarão uma, de acordo com o interesse do momento.
Para ser mais clara citarei alguns exemplos sobre a que me refiro.
Em primeiro lugar, as programações de televisão. É praticamente impossível assistir a qualquer programa, seja infantil, adolescente, ou adulto, sem que se depare com sexo - de maneira explícita ou dissimulada, em imagens ou palavras - ele estará lá. Homens e mulheres nus ou seminus, héteros ou homossexuais, em cenas ardentes e picantes, induzindo os incautos a pecarem em pensamentos, palavras, e ou atitudes.
Em segundo lugar, a linguagem torpe e obscena. Palavras sujas, xingamentos, palavrões do mais baixo calão, piadas imorais e depravadas; uma total e completa falta de respeito e consideração para com as famílias que dão a audiência tão necessária as emissoras de tv. Não quero parecer antiquada ou presunçosa, nem tampouco santa demais. Ser santa é o que na verdade eu busco de todo o meu coração. Eu fui criada num ambiente familiar saudável e de respeito. Aprendi que deveria respeitar as pessoas e principalmente os mais velhos e as autoridades, pais, avós, tios, professores, policiais, vereadores, prefeitos, presidente, etc. Toda e qualquer autoridade constituída deve ser respeitada. Uma coisa é criticar as ações, lutar pelo que é justo, pois isto é bíblico e certo. Outra coisa bem diferente é ser anarquista e não se sujeitar as autoridades. Durante a minha criação aprendi que não deveria falar palavrões, ou usar expressões desrespeitosas; que havia assuntos que eram impróprios para crianças, "conversa de gente grande", me diziam, "esse assunto não é para você entender agora". Eu era protegida e amada e me sentia segura em casa, junto da minha família. Minha inocência e meu tempo para amadurecer e compreender certas complexidades da vida, que hoje têm sido banalizadas, foram preservados. Hoje estamos sendo violentados, atacados moralmente, bombardeados pela mídia de todas as formas, e estamos ficando indefesos em meio a tudo isso. No meu tempo a televisão era um veículo de entretenimento que servia para reunir a família, trazendo lazer, diversão, cultura, conhecimento. E apesar de já existir a malícia, ela era muito sútil e controlada. As famílias se sentavam em frente da tv e compartilhavam algo que passava a ser comum a todos. E os programas inadequados tinham horário determinado para serem exibidos, e era anunciado antes da programação que era impróprio para menores, então os pais tinham tempo de tirar seus filhos da sala. Hoje não, tudo é liberado! Você está assistindo a um filme e do nada alguém fala um palavrão, ou então a cena muda repentinamente e surge um homem pelado, ou um casal mantendo relações sexuais, e você não pode fazer nada, já foi. Eu estou citando a tv, mais a internet e o rádio, não ficam atrás. O que tem de "música", se é que podemos chamar assim, depravadas, de duplo sentido, ou simplesmente sem nexo algum, é inacreditável. Acho que o bom gosto morreu de tristeza no dia em que viu o bom senso sendo enterrado. rsrsrsr.
Em terceiro lugar, porém não menos importante,está o desrespeito ao sagrado. Amados, creio que desde o tempo de Sodoma e Gomorra, não se via coisas tão terríveis, e profanas como temos visto nos dias de hoje e na proporção que temos visto hoje. É assustador o desrespeito a tudo que se refere a Deus e Sua Palavra. Cristo tem sido afrontado, zombado e escarnecido de maneira grotesca sem que nada seja feito. As religiões de maneira geral têm sido achincalhadas, ridicularizadas. Não há mais temor a Deus e nem a nada que seja considerado sagrado. Eu sou cristã evangélica, sou batista, e sei que os batistas acreditam e defendem a liberdade de expressão, e a liberdade religiosa. Nós acreditamos que cada pessoa tem seu livre- arbítrio, seu direito de escolher e de professar sua fé, assim como de difundi-la a outros, dando a cada um seu direito de escolher a quem quer servir. Religião não é algo a ser imposto e obrigado, mas deve ser uma decisão da mente e do coração. Deus diz em sua Palavra que devemos amar a Ele de todo nosso coração, força, alma, e entendimento. É preciso conhecer a Deus para amá-Lo. É por isso que Ele se dá a conhecer através da Sua Palavra e da Sua criação, e ainda através de Seu Filho Jesus. Ninguém por mais que deseje, pode obrigar alguém a amá-lo, e Deus sabe disso. Então, por mais que eu discorde da escolha religiosa de alguém, tudo o que eu posso e devo fazer é orar, pregar, e esperar que o Espírito Santo de Deus venha convencer essas pessoas do pecado, da justiça, e do juízo, como Ele fez comigo um dia. Isso é o que Deus me manda fazer em Sua Palavra: -"Ide e pregai o evangelho a toda criatura..."
O que temos visto acontecer é crime previsto em LEI, atentado violento ao pudor, difamação, discriminação religiosa, ameaça e agressão verbal e física, entre outros; e ninguém toma uma atitude.
O QUE É QUE ESTÁ ACONTECENDO COM AS PESSOAS? DE ONDE VEM TODA ESSA LETARGIA, TODO ESSE CONFORMISMO? TODA ESSA PASSIVIDADE?
É KIT GAY NAS ESCOLAS; PESSOAS ANDANDO NUAS NAS RUAS; SE MASTURBANDO COM IMAGENS SACRAS, CRUCIFIXOS, ETC. IGREJAS SENDO INVADIDAS DURANTE SEUS CULTOS E MISSAS; LIBERAÇÃO DE BANHEIROS FEMININOS PARA HOMOSSEXUAIS USAREM. AONDE NÓS IREMOS PARAR? CASAMENTO GAY? ISSO NEM É LEGAL, POIS A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA NÃO RECONHECE ISSO. MAS TODO MUNDO ESTÁ ACEITANDO. É INCONSTITUCIONAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Entendam bem, eu sou a favor da garantia dos direitos de partilha de herança entre pares homossexuais, uma vez que eles ou elas conquistaram juntos seus bens, e que, como cidadãos têm seus direitos. Mas daí a querer tornar legal uma coisa que Deus não aprova, pois foi Deus quem criou e ordenou e estabeleceu que o casamento deveria ser feito entre um HOMEM e uma MULHER, aí já é demais! E pior, querer obrigar na força da Lei, que representantes de Deus, sacerdotes, pastores, que pregam a Palavra de Deus, desobedeçam a essa Palavra, não tem cabimento. É um absurdo completo!
Espero que vocês que estão lendo esse texto tenham o discernimento de entender que não se trata de homofobia, ou de odiar os homossexuais, porque não é disso que se trata aqui. O próprio Clodovil, defendia exatamente o que eu estou argumentando, ou seja, que as pessoas tenham o direito de escolher sua opção sexual e que vivam isso de maneira discreta e pacífica, com dignidade e privacidade, como os héteros de boa conduta costumam fazer. Se eles querem respeito, devem se dar o respeito. Respeito não se impõe, se conquista. Clodovil valorizava a família, respeitava as religiões, e sempre declarou que o que ele fazia na INTIMIDADE dele, era da conta somente dele; ele cria na existência de Deus  e declarava que prestaria contas a Deus por tudo que tinha feito. Ele era totalmente contrário a essa orgia e desrespeito que se vê hoje e também era contra o comportamento homossexual de ostentação excessiva tanto nas vestes como nos trejeitos, e ainda era contrário a passeata gay e a expressões públicas de afeto (beijos na boca, carícias, etc.). Na opinião dele essas demonstrações públicas acirradas de afeto eram desnecessárias e desrespeitosas tanto entre héteros quanto entre homossexuais, no que eu concordo plenamente com ele. Tão horrível quanto ver um casal homossexual se esfregando ou trocando um beijo de língua, é ver um casal hétero fazendo o mesmo. É a mesma falta de respeito com as pessoas que estão em volta. Intimo significa, entre outras coisas, "que está muito dentro", "familiar", "reservado". Então intimidade é para dentro e não para fora. Não odeio os homossexuais, muito pelo contrário, eu os amo, e desejo o melhor pra eles. Se eu odiasse alguém nem poderia ser pastora. Deus ama os homossexuais, mas odeia o pecado deles, assim como a qualquer outro pecado. O perdão de Deus está a disposição deles, assim como está a disposição de qualquer pecador que se arrependa e deseje ter comunhão com o Pai. Mas Deus não muda, e o que Ele diz que é certo é certo, e o que Deus diz que é errado é errado e ponto. Os homens podem até distorcer e mudar as leis aqui na terra, porém jamais mudarão o que está determinado no Céu. Deus é o Senhor de tudo o que há, e o que Deus falou se cumprirá.
O melhor que temos a fazer é aceitar o seu amor por nós em Cristo Jesus, e defendermos a Sua Palavra, velando em obediência para que as bençãos do Senhor estejam sobre nós e os nossos filhos.
Não se conformem com este século mais renovem-se pela transformação da vossa mente. Pois aquilo que o homem semear, isto também ceifará. Diz a Palavra do Senhor. Plantemos então sementes de paz, amor, e respeito a Deus e aos homens para que possamos colher os seus frutos.
Que Deus nos abençoe, e nos livre do mal, amém.
(Pra. Giceli Oliveira)


Um comentário:

  1. Muito bonito o seu texto. Leia no Blog Pão do Ceu, a mensagem "Geração Plin Plim x Diazepam, que a Pastora vai ficar entendendo que estas coisas estão acontecendo porque o povo está hipnotizado pela mídia.
    Graça e Paz, minha filha linda! Abraços na família toda.

    ResponderExcluir

PARABÉNS GALERA DO BLOG!!!!!!!!!!!!!!

Já passamos de 69.000 visitas. Obrigada pelo seu carinho, sua atenção, seus elogios, seus comentários, e sua divulgação do blog. Espero continuarmos juntos por muito tempo. Obrigada também aos amigos que se encontram nos EUA, Alemanha, Letônia, Turquia, Portugal, Índia, Rússia, Holanda, Bolívia, e França, Romênia e demais países que também tem acessado e curtido esse blog.Que Deus abençoe a todos. Um abraço de sua amiga, pra. Giceli.